segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

PARÊNTESES: Sofrendo por um amor não correspondido


POR TAYLOR FUKUI


Sete horas da noite. Você e seus amigos do trabalho tiveram uma semana bem chata e corrida. A tão sonhada sexta-feira enfim chegou ! Você lavanta da cadeira,se espreguiça e dá um CRTL + ALT + DEL e desliga o computador. Sim, o final de semana promete.
Você está solteiro(a) (provavelmente) tem 25 anos e quer curtir a noite paulistana(que convenhamos, é uma das melhores,sem dúvida alguma).
Então imagina a cena: Você e seus colegas de trabalho estão em um bar na Vila Madalena, tomando cerveja e discutindo,adivinha: TRABALHO ! Meus Deus ! É meu amigo, é a vida do paulistano.
Entre uma cerveja e um cigarrinho,você,já um pouco de "saco cheio" daquela situação,dá uma olhada geral no bar e de repente troca olhares com a mesa do lado,aonde com certeza há um outro grupo de amigos de trabalho,discutindo apenas: TRABALHO !
Mas naquele outro grupo ao lado,apenas uma pessoa te chama a atenção. Vocês dois trocam olhares, olham pra mesa, voltam a trocar olhares a noite toda. Você acha a pessoa "sexy", interessante,enfim saí do seu controle.
Três,ou quatro horas da manhã,você vai até o estacionamento,paga,pega o seu carro e vai para casa. Lá,entra vai tomar um banho, imagina novamente tudo o que aconteceu no bar,imagina a cena dos dois trocando olhares, dá aquela "risadinha amarela sem graça".
Veste a roupa e vai para a cama. Deitado,coloca a mão na nuca e imagina se de repente aquela pessoa levantasse e viesse até a sua mesa e te roubasse um beijo,mas é "aquele beijo".
Às onze da manhã, você acorda, vai ao banheiro lavar o rosto e escovar os dentes. Olha para o espelho e pensa novamente naquela pesssoa. De frente para o espelho você balança a cabeça como um sinal de negativo.
Vai para a cozinha ,esperando coar o café você faz um "remember" da noite passada,mas aí você somente pensa na outra mesa.
Na tentativa de esquecer completamente, você vai até a sala e liga o som no último volume. Claro,não deu certo,pois ao meio dia, em qualquer rádio está tocando músicas românticas e recadinhos com aquelas vozes de filme pornô das locautoras de rádio.Quem nunca escutou:
-ROBERTO,VOCÊ É O MEU PORTO SEGURO, A MINHA FORTALEZA COM VOCÊ O MEU MUNDO SE TORNA COMPLETO. AMO VOCÊ A CADA DIA QUE PASSA. TE AMO PARA TODO SEMPRE,CLÁUDIA.
Aí entra aquela música de cortar os pulsos. E você ? Senta no sofá e pensa mais uma vez naquela noite.

Pronto ! O cúpido acertou a flecha em você.

É difícil controlar os nossos sentimentos, infelizmente não podemos mandar no nosso coração, ou podemos? Na minha opinião acho que não.
O ponto crítico desta situação é quando você se pega escutando músicas do tipo "Because Loved Me" da Celine Dion (claro é apenas um exemplo,nada contra), aí você começa a comer quase que uma tonelada no almoço para controlar a ansiedade,ou fuma mais de um maço por dia, ou ainda bebe para esquecer este "amor não correspondido". Nesta terceira,aí a situação já está quase fora do controle.

Com a tecnologia de hoje,você já consegue quase que, puxar a ficha completa da pessoa,clicando apenas no "Pesquisar", do "Google, claro ! Pode ainda, pesquisar o perfil completo no famosos "Orkut" olhando as pessoas que são amigos dela,fotos e vídeos,enfim...adiciona no MSN (ou não,por medo).
Chega o próximo estágio,que é aonde você praticamente "vive para trabalhar", vinte e quatro horas por dia, só pensa em trabalho ou em qualquer outra coisa para ocupar a sua mente,mas quando você se dá conta... Pronto ! Está lá você de novo, pensando naquele amor não correspondido e provavelmente fuçando no "Orkut" ou "Googando" ou ainda pensando duas vezes antes de clicar em "Adicionar" no MSN .
E o pior de tudo é que nesta situação, você acaba colocando no seu MSN frases como:

"A pior forma de sentir a falta de alguém é estar sentado ao seu lado e saber que nunca a terá."
"Dizem que o tempo cura todo. Mas desde que me apaixonei por você, o tempo se congelou."
""Pior que amar e não ser correspondido é amar e ser esquecido!"

Aí você vai conversar e pedir conselhos para alguns dos seus ditos "amigos bem íntimos" e eles dizendo: "A vida continua" .
Você sabe que a vida continua,porém não quer continuar. Quer a qualquer custo sair,beijar ou até transar com aquela,somente aquela pessoa.
Portanto, evite expor seus sentimentos para não se sentir humilhado muito menos e frustrado. Além disso, os conflitos amorosos existem para serem superados.

Sim, é difícil, claro que é difícil . É é claro que você precisa de ajuda ! A solução: seus amigos ou a sua iniciativa.

Naturalmente você está perdendo o seu tempo,principalmente se você tem a certeza de que não ira ver mais aquela pessoa. Agora,se for ao contrário,vale arriscar,porque não ?
Isto é apenas o estúpido jogo do amor. Por isso,levante-se e mova-se !

A VIDA CONTINUA ...

Identificou-se com essa história ? Cuidado !

Nenhum comentário: