segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

PARÊNTESES: Proibido fumar


POR TAYLOR FUKUI

Sexta-feira,sete de agosto, de dois mil e nove. Nesta data entrou em vigor a lei que proíbe fumar em ambientes fechados de uso coletivo em todo o Estado de São Paulo. A lei antifumo, sancionada pelo governador José Serra, não permite cigarros, charutos e cigarrilhas no interior de bares, restaurantes, empresas, lanchonetes e boates.
De certa forma esta lei já beneficia os não fumantes, que podem frequentar os bares,restaurantes e boates sem chegar em casa com aquele cheiro de cigarro nas roupas e no cabelo.

Dias destes minha amiga Thais (que adomina tanto o cheiro do cigarro quanto o cigarro em si) comentou comigo dentro de um bar o quanto ela sofre com esta situação.
Então,imagine a cena: sábado,dez horas da noite, ela está se vestindo para ir à balada,até aí tudo bem. Ela escolhe uma roupa bacana,passa creme no rosto e nas mãos,faz uma escova no cabelo,passa a famosa "chapinha" para dar um toque especial na franja. Vai até o quarto e pega o seu estojo de maquiagem (que por sinal é do tamanho de uma bolsa) passa pó,blush,rímel,lápis,enfim tudo isso que todas as mulheres passam no rosto. Para dar o toque especial: Perfume. Pronto! Nossa amiga está pronta para curtir a noite.
Ela chega no balada. O lugar é todo fechado. Com ela os fumantes,e a tal fumaça,tudo junto no mesmo local. Ela vai até o bar,pega uma cerveja, dá uma olhada geral na pista de dança e percebe um detalhe: a fumaça branca contaminou a balada.
Você até poderia dizer que esta fumaça é o tal do gelo seco,mas não,não é. E nós que somos fumantes sabemos disto,e ela que não fuma sabe mais ainda.
Entre uma conversa e outra,ela passa a mão no cabelo,coloca ele de lado, e dá aquela cheiradinha... Adivinha: CHEIRO DE CIGARRO!
Quase amanhecendo o dia,ela chega em casa. Nem preciso falar: roupa e cabelo fedendo a cigarro. Já é o suficiente para deixá-la aborrecida.Ela vai pro banho e obrigatoriamente terá que lavar os cabelos para tirar este cheiro.

Agora imagine outra cena: Eu. Sábado,dez horas da noite, vou pro banho. Coloco uma calça jeans,uma camiseta básica,passo gel no cabelo,faço a barba,escovo os dentes e dou aquela olha final no espelho. Vou até o telefone,chamo um táxi e chego na mesma balada.Entro, vou para o bar,pego uma cerveja e automaticamente tiro um cigarro do bolso e dou aquela tracada. Entre uma conversa e outra percebo que a cerveja acabou, novamente vou ao bar,pego outra cerveja e acendo outro cigarro.
Saio da balada quase amanhecendo o dia,esperando um táxi na rua passar,acendo outro cigarro. Percebo que há outras pessoas na mesma situação,esperando um táxi,esperando o manobrista ou ainda esperando um ônibus passar. Mas um detalhe me chama a atenção,todas com o cigarro na mão.Aí basta você puxar uma frase de duas palavras:
-Está demorando ?
Pronto! Já é o suficiente para você ficar sabendo a vida inteira da pessoa e vice versa. Acredite,o cigarro tem o poder de unir as pessoas. Fiquei sabendo de uma história em que um casal se conheceu no famoso fumódromo.Eles namoraram,casaram e estão felizes até hoje. Mas não pergunte se eles deixaram de fumar,essa é uma resposta que eu não sei.

Agora com essa lei,nós que somos fumantes e TEMOS A PLENA CONSCIÊNCIA DE QUE O CIGARRO É TOTALMENTE PREJUDICIAL A SAÚDE, temos que sair até a rua para fumar.Aí encontramos esta famosa cena que eu acabei de descrever. Basta apenas você puxar um: "ACHO QUE VAI CHOVER", e pronto! Acabou de fazer um amigo no bar.

Em termos concordo com esta lei,pois a nossa amiga Thais não é obrigada a chegar em casa com cheiro de cigarro toda vez em que ela sai.

Porém os fumantes irão concordar comimgo: quem compra o meu cigarro sou eu. Eu traballho para comprar o que eu quiser,indepedente se faz mal a saúde ou não. Tenho a minha liberdade de escolha. Se chego no bar e der vontade de fumar,porque não posso fumar ? Porque tenho que me deslocar quilômetros ( exagero né ) para ir fumar ?


Claro,vivemos em sociedade e temos sempre que ponderar,os dois lados. E é este o problema desta lei que o nosso governador sancionou. Ele coloca os fumantes como "os violões da história" aonde na verdade o verdaeiro vião é o cigarro.

Enquanto isso,eu sou obrigado a fumar em local marcado por causa dos não fumantes,e eles ? Isso é liberdade ? Democracia ? O que eles estão fazendo para contribuir com os dois lados da história ?

A resposta fica a seu critério,isso mesmo,você que não fuma.

E foi isso que eu perguntei para a amiga Thais quando estávamos no bar discuntindo esta lei. Detalhe,a lei iria ser sancionada em poucos dias e eu estava lá com a cerveja na mão direita e o cigarro na mão esquerda.

Nenhum comentário: